Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Afinal não estou amaldiçoada...

por Sara, em 20.11.16

Já referi aqui algumas vezes de que estava desempregada há 1 ano e muitos meses. Sinceramente já estava a desesperar, já estava a achar que daqui a nada  estava considerada velha para trabalhar, que quanto mais tempo tivesse sem trabalho mais o meu currículo ficaria pouco apetecível para o mercado de trabalho. 

Mandava currículos por mandar porque estava cansada de saber que ninguém me iria sequer contactar. Agora por fim já tinha retirado a licenciatura do mesmo e com ela toda a experiência profissional que tinha na minha área a fim de o tornar menos "ambicioso" e para evitar perguntas em entrevistas tais como " mas se aparecer algo na sua área, vai sempre preferir não é? Afinal tem uma licenciatura, quer mesmo trabalhar numa loja"? 

Eu já só queria um trabalho, ser uma pessoa normal, receber um ordenado, ter uma vida ocupada e com objectivos. Já estava farta que me fizessem sempre a mesma cara franzida do "então? Ainda nada né?, Mas olha já experimentaste as lojas, os call centers?", já meus caros, já tinha experimentado tudo e continuava sem nada...

A semana passada fui iluminada! Surgiu a oportunidade de uma entrevista na minha área (Serviço Social), sendo que era um daqueles trabalhos que ambiciono desde que estou a estudar. A minha irmã disse-me " Se não ficares com este trabalho, definitivamente estás amaldiçoada"!

A boa notícia é que não estou amaldiçoada, quebrei a maldição do desemprego, FIQUEI COM ESTE EMPREGO!!

Comecei sexta feira e a sensação de voltar ao activo foi simplesmente revigorante. Agora estou em fase de adaptação, mas sobretudo com muita vontade de trabalhar e dar o meu contributo enquanto assistente social.

Afinal não estou amaldiçoada ;) 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Raquel Dias a 30.11.2016 às 11:08

Muitos parabéns, muito sucesso e muita ambição! :D

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D